Com o Que se Parece Uma Reunião da Igreja Sob a Direção Direta de Cristo Hoje em Dia?

By | 8 de maio de 2012
Extraído do capítulo 2 do livro “Reimagining Church” (Reimaginando a Igreja), de Frank A. Viola. Tradução de Marcio S. da Rocha.
 
Nos últimos vinte anos, eu fui privilegiado por participar de centenas de reuniões participativas-livres. Algumas delas foram simplesmente gloriosas. Essas reuniões ficaram soldadas no circuito de minha mente. Outras foram horríveis. E ainda outras nem merecem ser mencionadas!
Enquanto os cultos institucionais são essencialmente sem falhas, as reuniões das igrejas orgânicas variarão, dependendo da condição espiritual e da preparação individual de cada membro.
Aqui está uma das tarefas de um obreiro apostólico. É equipar o povo de Deus para funcionar coletivamente numa livre-porém-ordenada reunião que expressa Cristo em sua plenitude.
Em todos os anos nos quais estive me reunindo e plantando igrejas orgânicas, tenho descoberto que não há maneira de explicar acuradamente como é uma reunião sob a direção direta de Cristo para aqueles que nunca viram uma. No entanto, me esforçarei ao máximo para pintar um quadro de uma reunião que lhe transmitirá o gostinho que uma gloriosa reunião pode ter.
Por volta de uma década atrás, uma igreja composta de vinte e cinco cristãos se reuniu num lar, numa noite. Eu tinha acabado de passar um ano e meio ministrando Jesus Cristo para este grupo em “reuniões apostólicas” quinzenais. O propósito daquele ministério era equipar essa nova igreja para que ela funcionasse por si – sem nenhuma liderança humana.
O dia chegou. A igreja iria ter sua primeira reunião por si mesma. Eu não deveria estar presente. Porém, eu entrei na sala sorrateiramente sem que ninguém percebesse e fiquei escondido atrás de um divã. (Eu senti que se eu estivesse visível naquela reunião, isto afetaria o modo como os crentes funcionariam. Isto geralmente ocorre quando a pessoa que planta a igreja está presente durante suas reuniões – especialmente nos primeiros anos de vida de uma igreja.)
Os crentes se reuniram e começaram a reunião com cânticos. Os cânticos foram a capella.  Uma irmã em Cristo começou a reunião cantando uma canção. E todos cantaram com ela. Depois, orações foram feitas espontaneamente, por cada um. Então, um irmão em Cristo começou outra canção. A esta altura, todos estavam unidos. Mais orações foram feitas. Mais canções foram cantadas. Durante as canções, diferentes pessoas ministravam curtas exortações baseadas nas letras das canções. A palavra mover não é suficiente para descrever o que houve. Não havia nenhum líder de louvor presente. Todos estavam participando, oferecendo louvores a Deus livremente e espontaneamente.
Depois que eles cantaram por um tempo, todos se sentaram. E imediatamente uma irmã se levantou e começou a compartilhar. Ela contou sobre como percebeu que Cristo é sua água viva, durante a semana.
Quando a primeira irmã terminou, um irmão ficou em pé e começou a falar. Ele também falou sobre o Senhor como água viva, mas ele falou com base numa passagem de Apocalipse 22. Ele falou por vários minutos, e então uma irmã começou a adicionar algo ao que o irmão tinha compartilhado. Isto continuou por mais ou menos uma hora. Um por um, sem pausas, irmãos e irmãs em Cristo se levantaram e compartilharam suas experiências com o Senhor Jesus. Todos eles revelaram o Senhor como água viva.
Alguns compartilharam poemas, outros canções, outros contaram estórias, outros compartilharam trechos das Escrituras, e outros oraram.
Enquanto eu ouvia tudo por detrás do divã, não pude resistir às lágrimas. Estava tão tocado que comecei a chorar. Aquela reunião foi elétrica. Foi como se um rio tivesse sido posto naquela sala e não pudesse ser contido. Eu pude sentir a presença e a graça do Senhor. O compartilhar foi rico, pleno, vívido e vibrante. Eu desejei ter uma caneta e um papel para anotar as coisas gloriosas que estavam sendo ditas. Muitos deles estavam cheios de insights originais. Mas eu apenas ouvi maravilhado.
A coisa incrível é que ninguém estava liderando aquela reunião. Ninguém estava sendo seu facilitador também. (Nenhum humano, é o que eu quero dizer). E ela foi incrivelmente centrada em Cristo.
A reunião finalmente acabou e alguns se levantaram e começaram uma canção. O restante da igreja se levantou também e se uniu a eles. Enquanto eles cantavam, eu saí da sala. Somente algumas pessoas me viram. Quando eu me encontrei com a igreja na semana seguinte, eu disse a eles que estive presente. A igreja foi preparada para esta reunião. Eles se reuniram em pares e buscaram ao Senhor juntos durante a semana, em preparação para a reunião.
O resultado foi uma coletiva explosão de vida espiritual que demonstrou o Senhor Jesus através de cada membro do corpo.
Por favor, entenda que esse grupo de cristãos não poderia ter tido uma reunião como essa logo que eu comecei a trabalhar com eles. Naquela época, a maioria deles estava habituada a ser passiva e a ficar quieta. Alguns que tinham personalidades fortes, iriam dominar o compartilhar. Mas depois de um ano e meio recebendo ministério prático e espiritual, eles estavam equipados para conhecer o Senhor juntos, funcionar de modo coordenado, abrir suas bocas, e compartilhar o Cristo vivo de um modo ordenado. E Deus foi magnificado como resultado.
Eu poderia apresentar vários outros exemplos deste tipo de reunião e da grande variedade expressa nelas. Eu creio, porém, que você agora tem uma idéia de como pode ser uma reunião da igreja sob a direção viva do Senhor em nossos dias.

3 thoughts on “Com o Que se Parece Uma Reunião da Igreja Sob a Direção Direta de Cristo Hoje em Dia?

  1. Cristiane

    Boa tarde, gostaria de saber se voces tem grupos que se reunem em São Paulo na Zona Leste.
    Fazemos parte de uma grupo há quase 4 anos, mas que infelizmente foi se perdendo o interesse das pessoas e esta a ponto de ser extinto

    Eu e meu esposo, estamos a procura de um grupo não denominacional para estar participando.

    Desde já agradeço a atenção

    Cristiane Ilinski

    1. Érica

      Olá…. vc ainda tem desejo de conhecer alguma igreja orgânica na zona leste? Faço parte de uma em Suzano.

  2. Ney Schreiber Costa Jr.

    Eu e minha esposa, estamos iniciando uma igreja orgânica na Zona Sul, Brooklin Velho.
    Aos interessados sem igreja, favor entrar em contato.

    Deus os abençoe
    Ney Schreiber Costa Jr.
    Presbítero e dentista

Comments are closed.